terça-feira, 23 de agosto de 2011

Desabafo, dos aprendizados e outras coisitas mas

Ai, posso desabafar? A verdade é que acho que tem pessoas que não nasceram pra ser mães e mais verdade ainda é que as vezes acho que sou uma delas.
Não é que não ame meu pequeno nem nada, é que existem coisas que são tão difíceis na maternidade. Não sou dessas mulheres que dizem que o maior amor do mundo nasceu quando viram a carinha do filho a primeira vez, não, comigo não foi assim.
Amor que sinto pelo Francisco é construído e aumentado todos os dias. A cada sorriso a cada nova peripécia, a cada dificuldade ultrapassada tudo isso dá mais força na minha formação como mãe. Eu não nasci mãe e não me formei mãe quando Francisco nasceu, eu me formo mãe todos os dias e sei que vai demorar ainda muitos anos para poder me sentir confortável nesse papel.
Todo os dias eu luto contra minha falta de sono, contra meu gênio forte, contra minha personalidade pouco carinhosa e principalmente contra minha falta de paciência. Tento dar o melhor de mim para meu pequeno, mas é uma luta, isso é.
Peço forças todos os dias pois fraquejo muitas vezes, sou humana e pelo Francisco sou capaz de tudo, mas mudar hábitos de uma vida inteira não e fácil.
Mas, ao mesmo tempo é muito louco, pois tenho vontade de gritar ao mundo o quanto sou completa em ter Francisco na minha vida e o quanto o sorriso dele deixa meu dia mais feliz. Vai entender, depois que eu digo que mãe é tudo louca ninguém acredita. Rsrsrs...
#Desabafo mode off

Olha vou colocar aqui meu primeiro aprendizado da maternidade de infinitos, vamos lá!
Você, mãe de primeira/segunda/terceira/quarta viagem como eu, que quanto estava grávida e ia nas lojas de bebê e se descontrolava comprava todas as roupinhas lindas que via pela frente, uma dica: quer comprar, tudo bem! Mas olha, use as roupinhas no dia a dia do seu filho, nada de ficar guardando pra ocasiões especiais, porque quando você viu, já era, as roupinhas estão pequenas e você quase mata seu filho tentando colocar a bendita roupa! E ainda por cima ela fica com os botões abertos. ¬¬
Mas tudo bem, o importante é que eu consegui colocar no Francisco pelo menos pra tirar foto, deem uma olhada:

Mesmo com a calça aberta eu fiquei gato mamãe!

#Aprendizado mode off

Francisco tá cada dia mais fofo! Ele que colocar tu-do na boca, não pode ver um brinquedinho que já mete na boca. 
Ri pra tudo e todos, tá um simpático e um conversador.
Agarra tudo agora, desde brinquedinhos até a manga da nossa blusa quando estamos tentando trocá-lo.
Não chora mais por qualquer coisa, só mesmo quando tem sono, mas aí o bicho pega! Tá com uma mania de dar escândalo pra dormir a noite e olha, não é fácil não (esse é um dos motivos do meu desabafo acima), mas li que nessa fase é assim mesmo, como tudo na vida, o jeito é esperar passar. ¬¬

Ah, estou participando do sorteio do blog, que não conhecia mas já gostei, da Vanessa, mãe da linda Ana Sophia, deem uma passada lá e participem também! =D

6 comentários:

Carol Liôa disse...

amiga eu su q nem vc, sem paciencia, as vezes falo as coisas com estresse p clarice, mas eu sei q é da boca pra fora, so pq é d mim mesmo, mas o namorido axa q falo serio! mas eu sei q ñ... é so da minha pessoa ser assim... tb ñ sou carinhosa, to aprendendo a ser com a Clarice... mas vejo q sou bem mais fria q outras mães, mas isso ñ quer dizer q ñ ame ela, so q amo do meu jeito né! bjs

Lu disse...

Oi Alice,

não se culpe, vc é, antes de tudo, ser humano. Eu tenho passado por umas coisas meio chatas (nada com o Uri não!) e ando nervosa. Hoje eu tinha q me trocar e o Uri fazendo manha. Não aguentei e gritei "Uri cheeega". Claro, na hora eu me arrependi. Foi a primeira vez q gritei com ele, ele começou a chorar de verdade, eu sai do quarto, fui respirar na sala, voltei, pedi desculpas e pronto. Acontece. Infezlimente nós não podemos nos dedicar 100% só a eles. Tem as coisas da casa, tem o trabalho no meu caso, tem problema de grana, stress com a família, marido pentelho às vezes, compras q vc não tá a fim de ir fazer, enfim, se fosse só ficar brincando com eles, estaria bom!

Segue firme com a rotina de coloca-lo pra dormir q ele vai se acostumar e as coisas serão mais fáceis.

Beijos!!

Tati Ibelli disse...

Oi Fia, parabéns pela coragem de escrever este post. Realmente não é fácil, mas como vc mesma disse, o sorriso destes pequenos cabam com qquer mau humor e qquer cansaço. Miguel tb está nessa fase de chorar para dormir mas eu sei que é só uma fase e que vai passar...Paciência pode não ser a sua virtude mas vc tem mtas outras, tenha certeza disso. Um bjo para vc e para o lindo do Francisco.

Débora Beyer disse...

Ser mãe não é fácil!

Comigo a coisa já foi diferente. Eu me sentia mãe e apaixonada antes mesmo do Vicente nascer e quando vi seu rosto, me perdi pra sempre! Foi na hora!

Eu confesso que sou do time que nasceu pra ser mãe... =/
Eu não tenho muitas reclamações sobre a vida de mãe, porém eu ainda não aprendi a ser mulher de novo depois de virar mãe. E aí, comigo, a coisa é diferente.

E você vai ver, depois dos três meses eles começam a desenvolver super rápido!

Beijo

Tati... disse...

Achei seu blog no Mamãe RN e super amei esse catinhu aki....
Ja to te seguindo....
Seu francisco é LINDO....Parabéns mamãe!!!!!
Bjão

Carol Liôa disse...

amiga sobre a pessoa ñ poder copiar as fotos, sabe q eu axo q isso nem adianta? pq a pessoa pode dar print e copiar a foto do mesmo jeito! o melhor mesmo q colocar marca nas fotos! ñ é 100% mas garante algo né? bjs