sábado, 17 de março de 2012

Sobre as papinhas prontas

Eu quem faz a papinha do Francisco, tá mentira, é o vovô dele quem faz na maioria das vezes. Mas enfim, o que quero dizer é que fazemos papinhas naturais em casa. Na medida do possível tento seguir uma dieta saudável para ele.
Estou contando tudo isso pra dizer que esses dias fiquei com preguiça não tiver tempo de fazer a papinha do guri e acabei comprando aquela de potinho, sabem? Eu nunca cogitei dar aquilo para o Francisco, confesso que mais por nojo preconceito meu. Não suporto o cheiro daquilo e toda vez que alguém me falava que era bom e eu resolvia experimentar quase morria.
Enfim, dei a tal papinha pra ele e aparentemente ele curtiu, comeu de boa e ótimo. Pensei que poderia usar de vez em quando.
Só que no mesmo dia que ele comeu a tal, fez muito cocô e soltou muitos gases. Achei que era coincidência e dei o resto da papinha a noite. Coitado do meu filho, ficou com dor de barriga e gases a noite inteira e lógico, acordou bem mais do que de costume. ¬¬
O que tirei disso? Que pelo visto, aqui não vai rolar as tais papinhas prontas. Vou me conformar em não ter potinhos bonitinhos e práticos pra guardar coisas e bóra ir para o fogão fazer a comida do filhote. Hahaha...

 "Eu gosto da polenta do vovô, entendeu?" =D

10 comentários:

Carol disse...

Hahahaha que foto fofa! E aiaiai, hj fui no Cogeb e também nunca tinha cogitado dar dessas papinhas pro Henrique (apesar de também amar os potinhos e querer muuuitos para a lembrancinha de um ano dele hehe). Mas lá tem umas papinhas da Jasmine, toda orgânica e com sabores tipo Quinoa e Abóbora, Arroz e Legumes, etc. etc. Apesar de ser o dobro do preço da Nestlé (que já é o olho da cara), talvez seja uma alternativa para esses dias de desespero!!! Quem sabe?? Hehehe ;) Beijão pra vc e pro fofo do Fran!

Tati Ibelli disse...

Ahhhh, quero um Vovô Val aqui em casa!!! Bjo pros 2....

Débora Beyer disse...

Ai Alice,

O Vicente comeu MUITA papinha Nestlé. Como me arrependo!!!

Eu fazia papinha pra ele, mas vira e mexe ele acabava comendo as malditas nestlé.
Hoje acho que elas devem ser usadas só mesmo em úuuuuuuultimo caso, mas último caso mesmo.

Aquela comida toda processada, naquele pote, aquele tempo todo... =(

Acho que iniciar a alimentação do bebê com alimentos naturais é a melhor maneira de cultivar uma alimentação saudável.
Até por que, papinha já não é bom (bom mesmo é deixar o bebê experimentar os alimentos sem ser processados), imagina uma onde nem se sabe mesmo qual é o gosto de verdade?

Quando percebi isso, bani os potinhos aqui de casa.

Beijo!

Mãe de três disse...

Eu nunca dei daquelas papinhas do potinho, apesar de gostam dos potinhos vazios também.
Mas quando os meu eram bebês , eu fazia as papinhas naturais, geralmente se ia sair de manhã fazia a noite e guardava em um potinho de vidro de maionese sabe, com um plástico pra vedar bem. Acho bem mais legal pra eles, e não está sozinha também tenho nojo e preconceito com aquelas papinhas.
Bjo

Mamãe da Alice disse...

Sabe Alice que na primeira vez que eu dei pra Alice ela sofreu muito também com muitas gases e dor de barriga, e agora as vezes mesmo indo contra meus principios eu acabo dano numa emergencia ou ou outra e ela não tem mais gases por conta das papinhas mais a primeira vez ela sofreu de verdade, ficou com dor de barriga...e depois não teve mais.. não sei explicar o porque! mas pra falar a verdade bom mesmo é a papinha caseira da mamae, só que aja disposição heim?? pra fazer todo dia uma papinha nova e diferente.. rsrs
beeijos

Carol Liôa disse...

esse é um problema quando so queremos dar coisas saudaveis aos nossos filhos! eles acabam ñ se acostumando com a comida do "mundo"! Por um lado é bom, por outro ñ né? rsrsrs tem mais perguntinhas p vc no blog! bjsss

Ivna Pinna disse...

Oi Alice, li seu post sobre as FP no blog da Carol e gostei bastante. Corri aqui pra conhecer vcs!
Aqui em casa o Enry comeu poucas vezes essas papinhas. Ele gostava, mas só dava quando realmente era necessário, quase um acidente! hahahaha
E esse vô tão legal hein! =)

To seguindo vcs e vou voltar aqui sempre!

beijos

Magali, mamãe da Sayuri disse...

Oi encontrei vcs através do blog Da Carol, estou seguindo tudo bem?! ^^

Lendo seu post so posso ter mais convicção de minha escolha na alimentação da minha filha nunca dei essas papinhas pra ela, eu mesma faço e tem dado certo, acho que a alimentação no primeiro ano de vida influência sim e muito!

Bjos

- Anine Pinheiro - disse...

Sempre fui adepta de comida saudável pro meu filho. Sempre fiz questão disso. Guilherminho come de tudo e não rejeita nada. Mas qdo falo de tudo, digo: Couve, brocolis, todos os legumes, frutas etc e tal. Mas lá em casa tb rola papinhas prontas, principalmente em viagens, e sou tranquila com relação a isso. Consegui juntar muiiiitos potinhos pro niver dele. Mas só de 2 anos, pq a papinha industralizada, só dps de 1ano e pq tenho várias amigas que me ajudaram a juntar, rsrs

Beijosss

Cris disse...

Ah que fofura! Sabe que aqui a papa também é bem natural. Como viajamos muito já tentei dar papinha da Nestlé em situações de emergência, principalmente no início da introdução aos alimentos quando estamos meio perdidas, mas ele não gostou. As papas salgadas são terríveis mesmo... mas as de frutas ele adorou. Mesmo assim descobri que é bem mais fácil ter sempre uma banana, mirtilos, frutas secas na bolsa pra essas situações emergenciais.
Francisco tá cada dia mais lindo!
Beijo em vocês!